O Ministério Público Federal denunciou o ex-ministro do Turismo e ex-presidente da Câmara dos Deputados Henrique Alves por corrupção passiva e lavagem de dinheiro nesta quarta-feira (21).

Alguns pontos chamaram a atenção dos investigadores, entre eles a influência de Alves no governo de Michel Temer, mesmo sem ocupar função na Esplanada.

Numa das comunicações de Alves com um assessor, ele comenta a indicação de Antônio Henrique Pires para a Secretaria Nacional de Estruturação do Turismo: “Henrique nosso 100%”, disse Alves.

Em outro capítulo, Henrique Alves recorre ao ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, a fim de transferir para o Rio Grande do Norte uma funcionária do Ibama lotada em São Paulo.

Alves foi preso no dia 6 de junho durante a Operação Manus.

Expresso – Época