Os principais projetos culturais desta semana em Natal têm a assinatura da Prefeitura do Natal, pela Lei Djalma Maranhão de Incentivo à Cultura. São ações na área do Audiovisual, espetáculos e concertos, todos abertos ao público graças ao incentivo via renúncia fiscal municipal.

A Lei Djalma Maranhão é hoje o principal mecanismo de produção cultural em Natal. Graças à renúncia anual de impostos municipais (ISS e IPTU), a cadeia produtiva da cultura em Natal produz os mais destacados projetos nas mais variadas áreas.

Confira a agenda para quarta e quinta:

No Teatro Riachuelo tem “Quartas Clássicas” – As opções para o público natalense começam nesta quarta-feira (31), com o “Quartas Clássicas”. A Orquestra Sinfônica do RN realiza mais uma apresentação dentro do projeto aprovado pela Lei Djalma Maranhão. Destaque para o solista Edwin So Kim da Coreia do Sul, convidado especial da Orquestra para esta edição. O concerto é aberto ao público bastando retirar o ingresso de forma antecipado na bilheteria do Teatro Riachuelo. Início: 20h

Homenagem a Elino Julião – Na quinta-feira (1), duas excelentes opções de cultura e lazer gratuitos em Natal, também graças ao incentivo da Prefeitura do Natal. No Teatro Riachuelo tem o projeto “Morada da Memória” homenageando o lendário forrozeiro potiguar Elino Julião. A Orquestra Sinfônica acompanha artistas potiguares nesta homenagem. Estarão Rodrigo Bico, Khrystal, Isaque Galvão, Alessandra Macedo, Araken Batista, Sibelle de Luna e a dupla “Os Forrozêro”. A entrada também é franca bastando retirar antecipadamente. Início: 20h.

Lançamento “No Fim de Tudo”, do edital Cine Natal – E para quem preferir conferir produções audiovisuais produzidas em Natal, o Coletivo Caboré Audiovisual promove o pré-lançamento do curta-metragem “No Fim de Tudo”. O filme foi contemplado pelo edital Cine Natal 2014 da Prefeitura do Natal e gravado no município de Santa Cruz (RN) em dezembro de 2016. O projeto conta também com recursos oriundos do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul, (BRDE), Ancine e Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). O evento, gratuito, acontecerá a partir das 19h no auditório do NEPSA da UFRN, e contará com a exibição do curta, domaking of e ainda um bate-papo com a equipe.

“No Fim de Tudo” é uma coprodução do Coletivo Caboré e da Mangue Filmes. Com roteiro de Hélio Ronyvon e Victor Ciriaco o filme, dirigido por Victor, lança luz sobre a relação de uma mãe e seu filho. “As últimas tardes que marcam o último estágio de uma relação”, diz a sinopse. A personagem Josy lutou toda a vida pela aceitação de sua mãe Laurinda. A narrativa vai revelar de que forma a doença degenerativa de Laurinda, com todas as suas nuances, vai promover esse quase improvável estreitamento de laços.

O elenco de “No Fim de Tudo” traz Silvero Pereira, atualmente no ar como o mordomo Nonato na novela “A Força do querer” da Rede Globo, na pele de Josy Proença Meneghel e Arly Arnaud, que integrou o elenco do filme “Aquárius”, como sua mãe Laurinda.